CONSERTE O QUE NÃO ESTÁ QUEBRADO

375
0
Share:
COMPARTILHE ESSE PÁGINA

Quantas vezes já ouvimos frases como esta, se não está quebrado não conserte, ou coisas como essa, em time que está ganhando não se mexe. Estas frases refletem um tipo de mentalidade que está cristalizada nas crenças de muitas pessoas e na visão de muitas empresas. As questões que que precisamos responder são essas : Por que investir tempo tentando consertar alguma coisa que está funcionando perfeitamente ? Por que tentar melhorar um produto ou um serviço que é campeão de vendas e agrada a todos os seus clientes ? Por que mudar alguma coisa na sua empresa se não tem ninguém reclamando que algo está errado ?

Este tipo de frase, aparentemente inocente, reforça um modelo de pensamento que pode fazer com que a sua carreira não avance e pode até fazer com que o seu negócio quebre ou perca mercado para os seus concorrentes. Crenças como essas, só nos fazem agir quando algo está dando errado, crenças como essas reforçam a visão de que as mudanças só devem acontecer quando algo não está indo bem com a nossa equipe. Pensamentos assim nos colocam em uma zona de alto risco, nos colocam em posição de fragilidade diante dos nossos concorrentes. Em ambientes de mudanças aceleradas e constantes, melhorar as coisas apenas quando algo está dando errado, é simplesmente burrice.

Por que mudar alguma coisa na sua empresa se não tem ninguém reclamando que algo está errado ?

Precisamos cultivar outro tipo de mentalidade, precisamos aprender que temos que consertar o que não está quebrado, temos que entender que precisamos continuar mexendo no time para que ele possa continuar ganhando. No novo ambiente de negócios em que vivemos, é sua obrigação fazer isso constantemente para que a sua empresa continue crescendo e merecendo a admiração dos seus clientes. Para que a sua empresa continue sendo referência no mercado, para que o seu negócio continue sendo inovador, para que você possa se antecipar as necessidades dos seus clientes é preciso que você comece a consertar o que não está quebrado e comece a mexer no seu time mesmo que ele esteja ganhando o jogo.

Essas frases são o reflexo de dois tipos de mindsets bem diferentes, de um lado nós temos o que eu chamo de Mentalidade de Bunker e do outro temos o que eu chamo de Mentalidade Off Road. Para entender a diferença entre estes dois tipos de mentalidades, eu preciso deixar bem claro para você uma coisa : Não importa se o seu produto vende muito bem, não importa se os seus clientes estão satisfeitos com aquilo que você oferece, não importa se a sua equipe é top e nunca sofreu uma derrota, para que a sua empresa continue sendo viável você vai ter que começar a questionar o que precisa ser mudado para que tudo isso fique ainda melhor.

 Para que você possa se antecipar as necessidades dos seus clientes é preciso que você comece a consertar o que não está quebrado e comece a mexer no seu time mesmo que ele esteja ganhando o jogo.

Você não pode agir apenas quando alguma coisa está dando errado ou quando alguma coisa não está funcionando bem na sua empresa, no seu negócio ou até mesmo na sua própria carreira. Inovar é consertar as coisas antes que elas quebrem, é pensar antecipadamente em como fazer as coisas funcionarem cada vez melhor, é mudar a formação da sua equipe, mesmo que ela esteja fazendo o seu trabalho com perfeição. É agir com antecedência, é fazer da melhoria um processo contínuo, é não ficar esperando que as más notícias cheguem até você para começar a pensar sobre o que precisa melhorar.

A inovação tem que ser um processo permanente, inovar não pode ser algo que só acontece quando alguma coisa dá errado ou quando alguma coisa não está funcionando direito. Inovar é quebrar mentalmente o que está funcionando perfeitamente, só para ver como poderia funcionar melhor. É reconfigurar constantemente a sua equipe para que novas versões, novas perspectivas, novas ideias possam entrar em ação para colocar à prova as verdades estabelecidas. É fazer com que as pessoas da sua equipe pensem sobre como elas podem consertar o que não está quebrado.

Inovar é consertar as coisas antes que elas quebrem, é pensar antecipadamente em como fazer as coisas funcionarem cada vez melhor.

Dito isso, vamos entender quais são as principais diferenças entre a Mentalidade de Bunker e a Mentalidade Off Road que eu falei agora a pouco. Esses dois tipos de mentalidade se aplicam tanto as pessoas como indivíduos, quando as empresas como organizações sociais. Uma pessoa pode ter uma Mentalidade Off Road e trabalhar em uma empresa que cultiva a Mentalidade de Bunker, e uma empresa que tem uma Mentalidade Off Road fortemente estabelecida em suas práticas e nas suas políticas, pode, por algum motivo, contratar uma pessoa que possui claramente uma Mentalidade de Bunker.

As pessoas ou empresas que cultivam a Mentalidade de Bunker tem em comum as seguintes características:

Agir nos problemas – só tentam consertar ou melhorar as coisas a sua volta quando algo dá errado. Se tudo estiver funcionando bem e ninguém estiver reclamando, nada será melhorado. Inovar não é um processo contínuo, a inovação só entra em cena quando os problemas aparecem.

Responsabilidade Individual – Cada um que cuide do seu, a responsabilidade de cada pessoa é limitada apenas as tarefas e funções que ela executa. O trabalho dos outros é problema dos outros. Cada um vive apenas no seu quadrado, sem interagir e entender como o todo funciona e sem assumir responsabilidade pelo resultado final.

Reter o conhecimento – O conhecimento e a experiência são usados apenas para preservar o poder daqueles que os detém ou como moeda de troca para conquistar ganhos individuais. O conhecimento não circula livremente por todas as áreas da empresa, todo mundo pensa que as boas ideias sempre surgem das mesmas fontes. Ninguém sai para procurar soluções em lugares diferentes.

Condenar o erro – O erro é tratado como uma derrota, um fracasso, quem erra é condenado e fica marcado. As pessoas têm medo de se arriscar e falar o que pensam, ninguém quer contribuir com opiniões diferentes, muito menos discordar de quem está no poder. Todo mundo abaixa a cabeça e abana o rabinho sempre que lhe pedem uma opinião.

Atender a demanda – As pessoas trabalham apenas para atender as demandas do mercado, elas querem apenas vender e entregar o que prometeram, nada mais do que isso. São empresas e pessoas que se limitam a entregar apenas aquilo que os seus clientes esperam delas, elas trabalham para entregar apenas o mínimo viável para não perder clientes ou gerar algum tipo de insatisfação.

Postura de fornecedor – Quem tem postura de fornecedor pensa assim : depois que eu entrego a minha tarefa, o meu produto ou o meu serviço o problema agora é de quem recebeu, seja esta pessoa um cliente ou até mesmo um colega de outro setor, da porta do cliente para dentro o problema é dele. Esse tipo de visão é extremamente negativa, porque coloca você e os seus clientes em lados opostos do jogo.

Vamos saber agora como agem e pensam as pessoas e as empresas que cultivam a Mentalidade Off Road.

Explorar soluções – Para consertar uma coisa não é preciso que ela esteja quebrada, eu posso melhorar qualquer coisa na minha empresa, no meu setor e no meu negócio. Inovar é algo que acontece o tempo todo, ninguém espera que alguma coisa comece a dar errado para poder resolver o problema. As pessoas estão constantemente em busca de melhores soluções.

Responsabilidade Coletiva – A responsabilidade pelos resultados é compartilhada por todos, não basta que eu faça o meu trabalho bem feito, eu preciso ajudar e colaborar para que os outros também possam fazer o seu trabalho com qualidade.  Não basta que o meu quadrado esteja funcionando, o quadrado de todo mundo tem que funcionar para que os resultados sejam alcançados.

Compartilhar Conhecimento – O conhecimento é dividido e compartilhado entre todos os setores e por todas as pessoas, independente do seu cargo, da sua função, do seu setor. As boas ideias podem vir de qualquer lugar, dentro e fora da empresa. Quanto mais eu divido o meu conhecimento, mais ele se multiplica e todos crescem com isso.

Estimular a tentativa – As pessoa não tem medo de tentar coisas novas ou de experimentar coisas diferentes, a exploração de possibilidades deve ser estimulada sempre. Os erros fazem parte do processo de inovação, os fracassos são apenas passos antes que se consiga chegar a uma solução viável. As pessoas são estimuladas a falar o que pensam e compartilhar as suas ideias.

Criar demanda – Quem cultiva a Mentalidade Off Road não se limita a atender as demandas do mercado, eles vão além, eles criam demanda para aquilo que fazem de maneira inteligente. Pessoas e empresas assim, trabalham para superar as expectativas, para entregar muito mais do que aquilo que foram contratadas para entregar. Gente assim, trabalha para entregar o máximo possível e não apenas o mínimo viável.

Postura de sócio – Quem tem postura de sócio pensa assim : de certa maneira eu sou dono do negócio dos meus clientes, pois o sucesso do meu negócio e da minha empresa depende diretamente do sucesso de cada um deles. Eu e minha empresa somos corresponsáveis pelo sucesso dos meus clientes. Para que eu possa crescer e prosperar, eu preciso ajudar os meus clientes a crescer, melhorar e prosperar também.

Entender a diferença de pensamento entre estes dois tipos de mentalidade, vai lhe ajudar a identificar qual tipo mindset está rodando na sua própria mente e vai lhe ajudar também a avaliar o tipo de cultura que está instalada na sua empresa. Espero que você tenha entendido, que para sobreviver e continuar crescendo mesmo diante de sucessivas crises, é necessário que você comece a consertar o que não está quebrado e comece a mexer no seu time, mesmo que ele esteja ganhando o jogo.

É assim que as empresas mais inovadoras do mundo trabalham e é assim que aqueles que alcançam o sucesso pensam. Para finalizar, eu quero deixar com você essa reflexão.

Em qual dessas duas mentalidades você e a sua empresa se encaixam,  na Mentalidade de Bunker ou na Mentalidade Off Road ?

 

Autor: Prof. Jorge Menezes é palestrante, jornalista, escritor, colunista nas áreas de empreendedorismo e negócios. Apresentador do Canal Radar Executivo no YouTube e do Podcast Radar Executivo no Spotify. É autor de vários best-sellers: Aprenda a Negociar com os Tubarões® (2013), Transformando Networking em Negócios® (2015) e O Código Secreto da Venda® (2020) todos publicados pela Editora Alta Books – Contato: (81) 9 9119-5002 Whatsapp

Visite o hot site do curso O Código Secreto da Venda no Hotmart : http://www.ocodigosecretodavenda.com.br

 

COMPARTILHE ESSE PÁGINA

Leave a reply

Você também vai gostar desse conteúdo